A criação da escola do sexo feminino em Bebedouro e a nomeação da primeira professora

Foto: Getty Images

         A luta por melhorias na povoação de Bebedouro, principalmente no que se refere a criação de escolas de primeiras letras, teve inicio com uma solicitação datada do ano de 1835. Por não ter sido atendido o pleito, voltou a ser destaque no ano de 1857, quando membros do conselho de instrução pública, propôs a criação de 1 escola para o sexo masculino.Após trinta anos da primeira reivindicação, a proposta foi aceita, e no ano de 1864, a comissão de instrução pública autorizou a criação da primeira escola para o sexo masculino na povoação de Bebedouro. Vale registrar que o acesso à escola já era uma realidade no Bonito, Altinho e Caruaru.

Se existiu a dificuldade para criação da escola de primeiras letras para o sexo masculino, privação maior foi a sofrida pelas meninas, já a criação de uma escola para o sexo feminino, foi pela primeira vez defendida em 1872, pelo delegado literário do Altinho, cargo hoje equivalente ao de supervisor de ensino. A proposta defendida foi alvo de apresentação de emenda na assembleia estadual em agosto de 1877, de autoria do deputado J. Mello Rego.No ano seguinte, foi apresentado o projeto de lei n° 78/1878, pedindo a criação da escola, a matéria foi apresentada pelo deputado Epamidonhas de Barros Correia, o futuro Barão de Contendas, importante chefe político do Altinho.

O projeto de lei para criação da primeira escola para o sexto feminino, foi transformado na Lei n° 1.362/1879, infelizmente o sonho de ser erigida a primeira cadeira de ensino pública para meninas não foi concretizada, pois em ato publicado em abril de 1880, o governo da província, informou que por falta de recursos, não poderia ser instalada a escola para o sexo feminino na povoação de Bebedouro.

Depois de aguardar tanto tempo sem acesso a educação, em setembro de 1880, acredito que, por pressão popular, e para atender a Lei n° 1362/79, o governo nomeou para Bebedouro a Professora D. Rufina Demetria de Souza.

Através da pesquisa, foi possível encontrar poucas informações sobre a primeira professora de Bebedouro: através do edital n° 417/1880, Rufina recebeu o título de aluno-mestre e foi nomeada para exercer o cargo de professor público, sendo nomeada para no prazo de 60 dias tomar posse e assumir o exercício de professora. Aqui em Bebedouro, a Professora Rufina, iniciou sua carreira, tendo se dedicado durante muitos anos, sem dúvida exerceu forte influência na sociedade local, haja vista que permaneceu regendo a cadeira de ensino primário do sexo feminino, por mais de uma década. Neste intervalo de tempo, mudança na legislação, fez surgir a escola de caráter misto, onde podiam se matricular tanto meninos quanto meninas.

No ano de 1892, a professora foi afastada da regência de aula, para tratar-se da sua saúde. Através das minhas pesquisas, encontrei no ano de 1896, a última anotação referente a servidora, pelo teor da matéria, provavelmente o estado a afastou das funções de professora, deixando-a em disponibilidade. Não consegui localizar sua naturalidade e tão pouco se constituiu família, quer seja em Bebedouro, ou em outro lugar. Apesar das poucas informações obtidas não poderia deixar de registrar este importante marco para a nossa história.

Para dá inicio a série de homenagens a mulheres que se destacaram na sociedade de Bebedouro, na qualidade de Professor, quis registrar para os leitores o marco da criação da primeira escola para meninas em Bebedouro, e, assim homenagear a primeira professora que por aqui passou, e sem dúvida muito contribuiu para a formação intelectual das meninas de Bebedouro, e também de inúmeros jovens, ajudando-os inclusive a despertar o gosto pelas letras e pela transmissão do conhecimento.


A esta pioneira da educação em nossa terra, rendo minhas homenagens, e a partir dela, quero homenagear as mulheres que na contemporaneidade tem se dedicado a difícil missão de educar nossos jovens. Aguardem amanhã 03.03 a próxima homenageada que por estas “bandas” chegou, junto com seu esposo, no ano de 1917.

Por Paulo Junior / Professor e Historiador

A criação da escola do sexo feminino em Bebedouro e a nomeação da primeira professora A criação da escola do sexo feminino em Bebedouro e a nomeação da primeira professora Reviewed by Adriano Monteiro on 2.3.17 Rating: 5

Nenhum comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Conte-nos algo sobre a matéria!