Formação de cartel gerou prejuízo de R$ 100 milhões, diz Polícia Federal

Parentes de políticos foram beneficiados com a formação do cartel, diz PF. Dez prefeituras estão sendo investigadas na Operação 'Cosa Nostra'.

Dez prefeituras do Agreste de Pernambuco são alvos da Operação 'Cosa Nostra', deflagrada na manhã desta quarta-feira (15) pela Polícia Federal e órgãos de controle, como Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União-CGU, e Tribunal de Contas do Estado.

As investigações levaram os policiais as cidades de Agrestina, Panelas, Jurema, Água Preta, Lagoa dos Gatos, Bom Conselho, Jupi, Iati, Riacho das Almas e Angelim. Mesmo com mandados em Caruaru, Garanhuns e São João, as prefeituras desses municípios não faziam parte do esquema, segundo a PF.

De acordo o assessor de imprensa da Polícia Federal, Giovane Santoro, os prejuízos aos cofres públicos podem chegar a R$ 100 milhões. "São dez prefeituras que fazem parte de um cartel. Nos municípios existem empresários, servidores e políticos que fazem parte do esquema", diz.

Ele disse ainda que o esquema funcionava no momento da abertura de processos licitatórios. "Existiam os processos para a compra de mercadorias em áreas como saúde, infraestrutura e educação. As investigações mostram a formação de um cartel, principalmente pelos parentes de políticos, que ganhavam sempre a licitação", diz. 

Os mandados foram de busca e apreensão. Houve o pedido de prisão de alguns dos investigados, mas a justiça não autorizou, de acordo com a PF.

G1 Caruaru e Região

Formação de cartel gerou prejuízo de R$ 100 milhões, diz Polícia Federal Formação de cartel gerou prejuízo de R$ 100 milhões, diz Polícia Federal Reviewed by Adriano Monteiro on 15.2.17 Rating: 5

Nenhum comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Conte-nos algo sobre a matéria!