PT-PE briga por ministério no governo Dilma


O PT do Nordeste quer indicar pelo menos dois ministros para o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff (PT). Os mais incisivos na defesa dessa reivindicação são os petistas de Pernambuco. É o que aponta a coluna Panorama Político, deste domingo (30), no Globo.

A indicação do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), para ocupar um ministério (ainda não se sabe qual) no governo Dilma não é o suficiente para o PT pernambucano acalmar os ânimos.

O motivo seria a derrota do partido para o PSB, tanto na eleição municipal de 2012 como na deste ano, com a derrota, ainda no primeiro turno, do senador Armando Monteiro (PTB), apoiado pelos petistas, e do deputado federal João Paulo (PT) na disputa pelo Senado.

Na última eleição para prefeito do Recife, o PT-PE foi derrotado após 12 anos de hegemonia à frente do Executivo municipal. Naquele mesmo ano, o partido sofreu a sua pior crise política, quando foi cancelada a prévia partidária entre o então prefeito João da Costa e o deputado federal na época Maurício Rands (hoje no PSB). A cúpula nacional do partido escolheu Humberto Costa (PT) para disputar a eleição. 

Atualmente, o partido continua desunido. Os principais expoentes deste desunião são o deputado federal João Paulo, ex-prefeito do Recife, e João da Costa. Até hoje, a causa da briga não foi totalmente esclarecida. Porém, segundo os bastidores, o atual parlamentar pretendia continuar exercendo influência na gestão da seu sucessor, o que seria o início da desunião interna.

Neste ano, João Paulo foi derrotado na eleição para o Senado, com 34,80% dos votos válidos. Em primeiro lugar ficou o ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho (PSB), com 64,34%. Ocupar um ministério seria uma forma de o PT pernambucano tentar se reerguer.

A reivindicação de ocupar duas pastas ainda não foi encaminhada à presidente Dilma. Por sua vez, o presidente do PT, Rui Falcão, também já tomou conhecimento do pleito, mas ainda não se pronunciou formalmente sobre o caso.

O Nordeste foi a região que mais rendeu votos válidos à presidente Dilma Rousseff. A petista venceu por 70,8% contra 29,2% do senador Aécio Neves (PSDB). Em Pernambuco, a presidente ganhou do tucano por uma placar semelhante (70,20% a 29,8%). Em nível nacional, Dilma venceu por 51% a 48%.

Portal PE 247

PT-PE briga por ministério no governo Dilma PT-PE briga por ministério no governo Dilma Reviewed by Adriano Monteiro on 1.12.14 Rating: 5

Nenhum comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Conte-nos algo sobre a matéria!