Farei a campanha mais barata das que estarão de fato na disputa, diz Campos

Três dias depois de prever oficialmente gastos de até R$ 150 milhões durante a eleição, o candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, afirmou "ter certeza" que irá fazer "a campanha mais barata das que irão disputar efetivamente o poder no Brasil".

Os R$ 150 milhões que ele prevê gastar estão abaixo dos R$ 298 milhões estipulados como teto pela presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, e dos R$ 290 milhões anotados pelo senador Aécio Neves, do PSDB.

É um valor, porém, 32% maior que o estipulado por sua parceira de chapa, Marina Silva (PSB), na eleição de 2010, quando ela concorreu pelo PV. E 378% maior que o total efetivamente gasto por Marina naquela eleição (R$ 31,4 milhões, em valores já corrigidos).

Campos afirmou que irá fazer uma campanha "baseada nas ideias" e na "militância espontânea, com muitos voluntários". Sem especificar propostas, prometeu que, se eleito, irá promover uma reforma política para "fazer com que a influência do dinheiro possa ser diminuída no jogo político".

Como exemplo de voluntarismo em sua campanha, ele citou o programa de governo do PSB, que, segundo ele, está sendo feito por colaboradores de forma voluntária e por meio da internet. A versão final do documento deverá ficar pronta no final deste mês, disse.

As declarações foram feitas neste sábado (5) após um passeio de aproximadamente uma hora pelo Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, onde ocorre o 17º Festival do Japão.

Vestidos de happi amarelo e preto (traje típico japonês), Campos e Marina cumprimentaram visitantes do festival, conversaram com alguns e tiraram muitas fotos. Durante todo o trajeto, Marina foi sempre mais requisitada do que ele para fotos.

Ao repórter que pediu sua opinião sobre a queda do viaduto em Belo Horizonte, cidade administrada pelo prefeito Marcio Lacerda, de seu partido, o ex-governador de Pernambuco disse achar "lamentável" a realização de debate entre partidos a respeito da responsabilidade do acidente. "Chega a ser um desrespeito à vida que perdemos, à família dos jovens que morreram dessa forma", completou.

Folha de S. Paulo


Farei a campanha mais barata das que estarão de fato na disputa, diz Campos Farei a campanha mais barata das que estarão de fato na disputa, diz
Campos Reviewed by Adriano Monteiro on 5.7.14 Rating: 5

Nenhum comentário

Sua opinião é muito importante para nós. Conte-nos algo sobre a matéria!