Uchoa assume o governo de Pernambuco

Foto: Blenda Souto Maior
O presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Guilherme Uchoa (PDT), assume o governo de Pernambuco, de forma interina, entre esta quarta-feira e próximo domingo. Em seu 5º mandato consecutivo à frente do Legislativo estadual, Uchoa assume por conta das agendas internacionais do governador Paulo Câmara (PSB) e seu vice Raul Henry (PMDB).

O governador Paulo Câmara fará sua primeira viagem internacional como governador de Pernambuco. O socialista vai ao México receber o prêmio de gestão pública pelo Programa Mãe Coruja, idealizado pela ex-primeira dama Renata Campos. A solenidade será promovida pela Organização dos Estados Americanos (OEA). Já o vice, Raul Henry, já se encontra nos Estados Unidos, onde participa de um seminário sobre educação. Raul só retoma as atividades de vice-governador na segunda-feira, dia 9 de março.

Terceiro na linha de sucessão ao Palácio do Campo das Princesas, Guilherme Uchoa assume, pela primeira vez, o comando do governo na gestão de Paulo Câmara. O deputado, que conseguiu se reeleger para seu quinto mandato consecutivo na presidência da Assembleia Legislativa, sofre um processo na justiça encabeçado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Seccional de Pernambuco. A entidade argumenta que a reeleição fere a Constituição de Pernambuco e pede a saída do parlamentar da Mesa Diretora.

Diário de Pernambuco

Prefeitura de Agrestina determina mudança de dia para a feira livre

Decisão teve como base pesquisa realizada pela Câmara de Dirigente Lojistas, realizada no dia 20 de fevereiro

Foto: Adriano Monteiro
Foto: Adriano Monteiro
A partir de março, as feiras livres no município de Agrestina serão mantidas às sextas-feiras, como vinha sendo feito durante o mês de fevereiro. A decisão foi anunciada em ato público realizado neste dia 27 de fevereiro, no qual estiveram presentes representantes de classes envolvidas no assunto, Prefeitura e Câmara de Dirigentes Lojistas. A mudança representa mais um passo para a organização do comércio informal. 

Desde fevereiro, a mudança da feira já era aceita pela população como benéfica. A iniciativa encabeçada pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, à época, foi elogiada pela CDL de Agrestina, através de ofício no qual foi manifestado o apoio à mudança de data, citando alguns motivos para tal. O texto do documento afirma que dessa forma, “a cidade fica limpa e desobstruída aos sábados e domingos; a feira local se fortalece já que não há outra no raio de 100 km; na sexta-feira teremos frutas e verduras fresquinhas, pois a Ceaca os oferece na quinta-feira ao contrário da feira na segunda, quando recebemos todos eles já feirados.” “Ofertando-lhe assim um resultado totalmente favorável a essa mudança, que atenda ao anseio do Poder Executivo e do povo de Agrestina”, dizia o documento assinado por Severino Bento, presidente da CDL. 

Foto: Adriano Monteiro
Com base nesse entendimento, a entidade realizou uma pesquisa no dia 20 de fevereiro de 2015, consultando 616 pessoas de todos os ramos comerciais, além de consumidores que circulavam na feira livre. A Câmara propôs a pergunta: “Qual o dia melhor para a realização da feira livre de Agrestina para o senhor (ou senhora), na segunda ou na sexta-feira?” O resultado final atestou que 63,1% dos entrevistados aprovam a realização da feira às sextas, 32% preferiam a segunda-feira e 4,9% se abstém do voto. Entre 42 associados à Câmara, 90,5% preferem as sextas, 3% às segundas e 1% se absteve do voto. O material está à disposição na CDL para a consulta por qualquer cidadão interessado no assunto. Segundo o presidente, a CDL atuou como “representante da vontade do povo”. “Nenhum segmento envolvido na feira ficou fora da pesquisa”, completou Severino. Foram consultadas profissionais que trabalham no Mercado de Farinha, do açougue, feiras de frutas e verduras, feira livre e no comércio associado ou não à Câmara, além dos consumidores. 

Foto: Adriano Monteiro
Diante dos dados, o prefeito Thiago Nunes e o secretário de Agricultura e Abastecimento, Dr. Ademir Alves resolveram oficializar a mudança. No ato público, o vice-prefeito Josué Mendes, representando Governo Municipal, disse que a decisão ouviu as reivindicações do povo, seguindo os preceitos da democracia. “Por isso essa mudança é tão importante. Somos um governo participativo e estamos hoje oficializando a decisão da maioria. Só temos a ganhar com a mudança”, afirmou. 

Sendo assim, as próximas feiras serão realizadas nos dias 06, 14, 20 e 27 de março, continuando no mês seguinte e sendo modificada apenas de acordo com feriados. Os feirantes de Agrestina montam os bancos nas Ruas João de Deus, João Guilherme, Capitão Matulino e no entorno da Praça Padre Cícero, todas no centro. Os produtos começam a ser comercializados desde às 5h da manhã até as 13h, no máximo. Estão disponíveis produtos alimentícios, roupas, calçados, ervas, carnes e produtos afins.

Por Edmea Ubirajara / Decom

Moradores do Sertão e do Agreste sem esperança de receber água da transposição

Após sucessivos atrasos, projeto que vai captar água do Rio São Francisco caiu em descrédito nas cidades em colapso no abastecimento

Por Ciara Carvalho

Foto: Diego Nigro
O sofrimento fez secar a esperança. Massacrado por uma estiagem que já entra em seu quarto ano consecutivo, o morador do Sertão e do Agreste perdeu a fé de que a ajuda dos homens vai chegar. “Disseram que a água do São Francisco vem pra socorrer a gente. Mas quando? Quando todo mundo já tiver morrido de sede?” A descrença da dona de casa Maria das Graças Teixeira, 38 anos, traduz o sentimento que se abateu sobre quem está cansado de esperar. Ela vive na zona rural de Jataúba, uma das oito cidades de Pernambuco que hoje dependem, exclusivamente, do abastecimento do carro-pipa para ter acesso à água. No Agreste, além de Jataúba, a reportagem visitou Pedra, Venturosa, Alagoinha e Poção. No Sertão, as cidades de Itapetim, Brejinho e Triunfo. Na viagem pelos caminhos secos do Estado, o que se viu foi a desesperança tomando conta da paisagem.

Foto: Diego Nigro
“Eu nunca vivi uma época tão difícil como essa. Até a jurema preta (planta da caatinga) morreu. Nunca imaginei ir embora daqui. E esse ano eu pensei em deixar minha terra”, diz Vicente de Paula, ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Itapetim. Em todas as cidades, os moradores dizem estar calejados de velhas promessas. Não é para menos. A obra hídrica apontada como a redenção para o homem do Nordeste, a transposição do Rio São Francisco, caminha a passos lentos. Tanto que, em algumas localidades, já ganhou o nome de “água-fantasma”.

Foto: Diego Nigro
“Acho que se um dia ela chegar por aqui, nem vou estar mais viva. É coisa para os meus netos e olhe lá”, diz a agricultora Gilberta Suzana da Silva, 42, moradora de Venturosa. “Está todo mundo desanimado. Sem esperança de que mandem essa água para cá. A tubulação ainda não chegou nem em São José do Egito”, endossa a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Brejinho, Maria Solange Pereira Teles.

Foto: Diego Nigro
Para quem tem urgência em matar a sede as notícias são pouco animadoras. Na semana passada, cerca de 2,5 mil trabalhadores foram demitidos na frente de trabalho da transposição localizada em Salgueiro, no Sertão. O ritmo está desacelerando devido à dificuldade de caixa do governo federal, responsável pela obra, e também porque algumas empresas, contratadas para execução dos serviços, estariam com dificuldades no seu fluxo financeiro após as acusações de participação no esquema de corrupção da Petrobras. A transposição consiste na construção de dois grandes canais: o Eixo Norte e o Eixo Leste, que vão levar a água do Velho Chico para os Estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. De acordo com o Ministério da Integração Nacional, as obras físicas do projeto apresentam 70,7% de execução. A previsão de conclusão é 2016.

Foto: Diego Nigro
Na semana passada, o presidente da Companhia Pernambucana de Abastecimento (Compesa), Roberto Tavares, esteve reunido em Brasília com equipes do governo federal para apresentar projetos hídricos que possam garantir o abastecimento das cidades em colapso antes mesmo da transposição entrar em operação. A estratégia da empresa é injetar água de várias fontes na Adutora do Agreste, que atenderá 68 cidades e receberá água do Eixo Leste da transposição.


“Já estamos perfurando 20 poços em Tupanatinga, outros cinco em Ibimirim, além da construção das barragens de Pedro Moura, em Belo Jardim, e de Serro Azul, em Palmares. Queremos antecipar também o início da operação da adutora no ponto que vai beneficiar Arcoverde e Pesqueira. Garantindo o abastecimento nessas duas cidades, o sistema ficará mais livre para atender os demais municípios”, explicou Roberto Tavares. Apesar de reconhecer o estado de calamidade, sobretudo das cidades abastecidas apenas por carro-pipa, o presidente da Compesa afirmou que nos últimos oito anos foram investidos cerca de R$ 4 bilhões em obras hídricas, só pela estatal. “Se não fossem essas obras nossa situação estaria muito pior.”

JC Online

Armando diz que "pessimistas irão perder"

Foto: Divulgação / Portal BR247
O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto (PTB), disse estar seguro que o Brasil verá em breve a retomada do ciclo de crescimento da economia. "Estamos reequilibrando a economia para que o Brasil retome o crescimento e isso vai acontecer logo, eu estou seguro", afirmou. Otimista, ele também disse que "os pessimistas no Brasil estão condenados a perder".

A declaração do ministro foi feita na noite desta quinta-feira (26), durante sua passagem por Petrolina, no Sertão pernambucano, quando participou da cerimônia de doação de um terreno para a implantação de uma empresa de call center que irá gerar 3 mil empregos.

Segundo Armando, "o nosso Brasil é muito maior do que qualquer dificuldade que se apresente. Algumas vozes ficam insistindo em querer impregnar um clima de pessimismo e de desalento no Brasil. Mas eu costumo dizer que os pessimistas no Brasil estão condenados a perder", destacou.

Pernambuco 247

Receita começa a receber amanhã declarações do Imposto de Renda de 2015

site Receita Federal
Foto: Marcello Casal Jr.
O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2015 começa amanhã (2) e termina no dia 30 de abril. As pessoas que entregam a declaração no início do prazo têm prioridade para receber a restituição, caso não preencham a declaração com erros ou omissões. Na mesma situação estão incluídas pessoas com mais de 60 anos, portadoras de moléstia grave ou com deficiência física ou mental.

Este ano, cerca de 27,5 milhões de contribuintes devem prestar contas ao Fisco. A multa por atraso de entrega é estipulada em 1% ao mês-calendário até 20%. O valor mínimo é R$165,74. Um passo a passo com cada etapa da entrega está disponível na página da Receita.

A declaração poderá ser preenchida no próprio computador, com a utilização do programa gerador, ou em dispositivos móveis, como tablets ousmartphones utilizando o aplicativo m-IRPF ou diretamente no site da Receita Federal, por meio do Centro Virtual de Atendimento (e-CAC). Neste último caso, haverá necessidade de uma certificação digital.

O contribuinte poderá salvar ou compartilhar, dos computadores da Receita Federal, informações online do programa gerador da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), para usar em diversos dispositivos e não apenas no adotado para preenchimento do documento.

Isso facilitará a vida do usuário, que poderá usar a chamada computação em nuvem (acesso a computador remoto). Será possível começar o preenchimento utilizando uma forma e continuar em outra, sempre salvando as informações online.

O contribuinte que optar pela instalação do programa gerador do Imposto de Renda terá de aguardar até 2 de março, a partir das 8h, para fazer o download . “A partir deste horário, quem baixar o programa poderá transmitir a declaração”, conforme informou o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir.

Entre os obrigados a declarar estão os contribuintes que receberam, em 2014, rendimentos tributáveis superiores a R$ 26.816,55 ou rendimentos isentos – não tributáveis ou tributados somente na fonte –, cuja soma seja superior a R$ 40 mil.

Também deve declarar quem recebeu, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência de imposto, realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias e futuros, auferiu ganhos e tem bens ou propriedade rurais de acordo com valores estabelecidos pela Receita.

ABr

Mulher é assassinada a tiros em Agrestina

Foto: Adriano Monteiro
Foto: Facebook
Final de semana violento em Agrestina. Uma mulher foi assassinada a tiros dentro de sua residência por volta das 21h30 desse sábado (28/02), na Rua Cícero Alexandre da Silva, no bairro conhecido como Alto da Santa. A vítima, Andreia Isabel da Silva, 28 anos, estava na companhia de mais três pessoas quando um homem armado invadiu a casa e efetuou disparos que segundo informações, o alvo seria o seu ex-marido que também estava na casa no momento do crime. Ela foi atingida e faleceu no local.

Durante entrevista, o pai de Andreia, disse não saber qual a motivação do crime e que apenas ouviu o som de um tiro. A mãe esteve no local, mas inconsolada não gravou entrevista e foi acolhida por amigos e familiares. O Instituto de Criminalística - IC, fez o levantamento da cena do crime e em seguida o corpo foi encaminhado para o IML de Caruaru.






Fotos: Adriano Monteiro
 Por Adriano Monteiro