Informativo Compesa

Foto: Adriano Monteiro
Informamos aos clientes que o abastecimento na cidade de Agrestina está suspenso desde ontem (quinta-feira) 28/07/2016, devido manutenção na rede adutora da Barragem do Prata. O retorno está previsto para hoje (sexta-feira) 29/07/2016, a partir das 17h.

A Compesa, solicita a compreensão dos consumidores diretamente afetados, apelando desde já, à melhor colaboração, informando que faremos todos os esforços no sentido de minimizar os efeitos causados e que será feito na área 03, localidade do Arraes (setor que estava sendo abastecido), um reforço no abastecimento conforme calendário.

Atenciosamente.

Coordenação Regional Agrestina

29 de julho de 2016.

Solidariedade oficializa apoio a Thiago Nunes em Agrestina

Foto: Augusto Coutinho / Reprodução do Instagram
O prefeito de Agrestina, Thiago Nunes oficializou na manhã desta terça-feira (27/07) no Recife, a adesão de mais um partido para a sua coligação que irá pleitear sua reeleição no dia 02 de outubro. O Solidariedade (SD) que sinalizava lançar uma chapa majoritária no município, optou por se unir a Nunes, fortalecendo ainda mais sua pré-candidatura. Participaram do encontro o presidente estadual do partido Augusto Coutinho, o presidente do diretório municipal Alberto Wagnê, o vice-presidente do diretório municipal, Paulo Junior, o secretário geral do partido em Agrestina e pré-candidato a vereador Wilderlan Ribeiro e o próprio Thiago Nunes.

Atualmente Thiago já conta com 12 partidos: PMDB, PSDB, PCdoB PPS, PSD, PDT, PRB, PTB, PR, PP, Solidariedade e PT.

Por Adriano Monteiro

 


Volta às aulas em Escola de Referência de Agrestina destaca cultura local

Foto: Adriano Monteiro
Alfenim, mazuca, artesanato e raízes quilombolas. Os assuntos tratados no início das aulas da Escola de Referência em Ensino Médio Professor José Constantino, de Agrestina, deixaram clara a missão da gestão escolar nesse segundo semestre: promover o conhecimento dos estudantes acerca da riqueza cultural do município e assim apresentar um novo horizonte aos jovens. A cerimônia que uniu todos esses elementos aconteceu na manhã desta segunda-feira (25) e evidenciou a cultura negra com a escolha da Rainha Afro.

Confira o álbum com todas as fotografias em conteúdo exclusivo da nossa página no Facebook (Clicando aqui)

Foto: Adriano Monteiro
De acordo com Elizabete Cordeiro, coordenadora do EREM, a ideia principal é valorizar a cultura da região através da exposição dos ícones locais. “Trabalhamos com os pilares da educação e um dos primeiros é aprender a ser. O aluno tem que aprender quem ele é enquanto cidadão, de que cultura faz parte, o que o rodeia. Por isso apresentamos a eles que nossa cidade é pequena, mas é riquíssima nas manifestações culturais e na produção artística”, explica. Elizabete acrescenta ainda que há uma lei indicando a inserção nas escolas das influências da cultura negra e indígena na sociedade atual, através de disciplinas de História e Geografia.

Foto: Adriano Monteiro
Foto: Adriano Monteiro
Na exposição, montada com o apoio da Secretaria de Cultura, Turismo e Juventude de Agrestina, foram apresentados o chocalho e o artesanato de Valmir Reginaldo (ferro) e Eliaquim Antônio (madeira), entre outros, além dos alfenins fabricados por Seu Cazuza e de um pocket show com a Mazuca de Agrestina. O secretário Josenildo Santos e a diretora de Turismo, Anayran Santos, aproveitaram a ocasião para explicar alguns detalhes sobre a cultura local. “É importante porque trazemos para o ambiente escolar a nossa identidade e essa é nossa missão como gestores”, disse Josenildo Santos.

Foto: Adriano Monteiro
Foto: Adriano Monteiro
Ainda na mesma manhã, Maria Daiane da Silva e Michele Maria da Silva, vencedoras do 1º e do 2º lugar do Concurso Beleza Negra, realizado em maio deste ano na Vila Pé de Serra dos Mendes, desfilaram ao lado de Carolayne Silva, aluna do 3º ano do Ensino Médio e escolhida a Rainha Afro do EREM. A coordenadora da Escola explicou que Carolayne foi reconhecida por ostentar o cabelo crespo e ter orgulho da sua cor. “Também é uma ação para acabar com o buylling que muitos sofrem, principalmente as meninas. É preciso valorizar e mostrar que a cultura negra existe em qualquer lugar”, explica Elizabete. Para Carolayne, foi uma honra. “As pessoas me veem na rua e me olham torto. Mas, faço questão de dizer que a textura de um cabelo não me diferencia em nada. Somos iguais independente de cor. Até então somente eu e outra tínhamos o cabelo natural, cacheado e acredito que após esse momento de hoje esse cenário vai mudar bastante”, disse.

Foto: Adriano Monteiro
Para Elizabete, toda essa movimentação no dia 25 de julho é uma forma de preparar os alunos para tratar outros assuntos relacionados às culturas dos negros e dos índios. Nesta data é comemorado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, um marco internacional da luta e resistência da mulher negra contra a opressão de gênero, o racismo e a exploração de classe. “Estamos preparando o terreno para começar a falar sobre assuntos mais difíceis, como a religião afro. Essa cultura não pode mais ser marginalizada, estamos aqui para quebrar paradigmas”, finaliza.

Por Edmea Ubirajara

1° Encontro de Bandas e Fanfarras de Agrestina foi realizado neste domingo

Foto: Adriano Monteiro
Foto: Adriano Monteiro
Dezesseis grupos de nove cidades pernambucanas e uma alagoana estiveram presentes no 1º Encontro de Bandas e Fanfarras de Agrestina, realizado neste domingo 24, na Quadra Poliesportiva Joelson de Souza Mendes. Entre os municípios participantes estavam Caruaru, Recife, Toritama, Gravatá e Altinho, além de Barra de São Miguel, em Alagoas. Os maestros investiram num repertório com clássicos da música e sucessos contemporâneos, em apresentações de 15 minutos cada. 

Confira todas as fotografias em conteúdo exclusivo da nossa página no Facebook (Clicando aqui).

O evento foi realizado pela Prefeitura de Agrestina, Secretaria Municipal de Educação e Instituto Pernambucano de Planejamento Municipal (IPPM), com o apoio da Secretaria Estadual de Educação (SEE), Coordenação de Ações Culturais, ABANFARE e Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Juventude. 

Foto: Adriano Monteiro
Por Edmea Ubirajara
 

Falta de chuvas e nuvens deixa as noites e madrugadas mais frias no interior

Na madrugada de hoje a Apac marcou 13º C em Brejão, no Agreste. Na vizinha Garanhuns, os termômetros marcaram 15.9ºC
 
Falta de chuvas favorece o clima mais frio no Agreste de Pernambuco. Foto: Reprodução
As noites e madrugadas nas cidades do Agreste e Sertão de Pernambuco têm registrado baixas temperaturas nos últimos dias. Na madrugada desta terça-feira, no município de Brejão, Agreste Meridional, a estação meteorológica da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) marcou 13º C. Na vizinha Garanhuns, onde acontece até o próximo sábado o Festival de Inverno, a Apac registrou 15.9ºC. Em Gravatá, onde a agência não possui estação, o site de meteorologia Climatempo indicou a mínima de 15º C, com sensação témica de 14 º C.

A meterologistada Apac Aparecida Fernandes explica que a falta de chuvas e nebulosidade nessa região tem contribuído para a queda na temperatura, já tradicionalmente mais baixa nos meses de julho e agosto. "Normalmente, esse é um período chuvoso, mas esse ano estamos com chuvas abaixo da média e ausência de nebulosidade. Durante o dia, o sol aquece a Terra jogando radiação e, durante a noite, a Terra emite essa radiação para o espaço e a Terra esfria. Quando há nuvens, elas funcionam como um espécie de cobertor e não deixam que toda radiação vá para o espaço. Por isso nas noites de céu claro esfria mais e mais rápido".

No dia 22 de julho foram registradas as temperaturas mais baixas do ano em Pernambuco. Os termômetros da Apac marcaram 10.5º C em Arcoverde, 11.7º C em Brejão e 14.6º C em Garanhuns.

Diário de Pernambuco

 

Utilidade Pública - Juiz eleitoral de Agrestina emite nota oficial

 NOTA OFICIAL

           O Exmo. Sr. Dr. José Adelmo Barbosa da Costa Pereira, Juiz Eleitoral, no exercício cumulativo, nesta 086ª Zona Eleitoral, Agrestina, Pernambuco, em virtude da lei etc...

           AVISA aos senhores eleitores que se inscreveram e/ou transferiram os seus domicílios eleitorais para esta 086ª Zona Eleitoral, Agrestina, Pernambuco, que foram publicados Editais de Cancelamento de algumas dessas inscrições por motivo de denúncia de supostos endereços falsos, cujos editais se encontram expostos no Cartório Eleitoral local, para conhecimento de todos os interessados.

           AVISA ainda que os eleitores constantes desses editais poderão, no prazo de 5 cinco dias, a contar do dia posterior ao término do prazo dos editais, apresentar comprovação do seu endereço constante dos arquivos da Justiça Eleitoral, mediante documentos probatórios idôneos.

       POR FIM, AVISA aosreferidos eleitores que o processo que apura essa "Suposta Fraude" oportunamente será repassado à Polícia Federal para investigação e demais providências cabíveis.

Agrestina - PE, 25 de julho de 2016.

José Adelmo barbosa da Costa Pereira
Juiz Eleitoral, no exercício cumulativo.

Hoje o dia é dele - Thiago Nunes de idade nova


Os parabéns hoje vão para o prefeito de Agrestina, Thiago Nunes que neste 21 de julho completa mais um ano de idade. Para esta figura que tem dedicado os últimos quatro anos de sua vida ao desenvolvimento de Agrestina, reflexo disso conquistou mais de 70% de aprovação segundo pesquisa e está entre os melhores prefeitos de Pernambuco, sendo finalista do Prêmio Prefeito Empreendedor do Sebrae, só nos resta desejar muita felicidade, paz, saúde e ainda mais sucesso. Que sua caminhada na vida pública esteja apenas começando. Parabéns, Thiago Nunes!

Estes são os sinceros votos do Blog Adriano Monteiro   

Compesa apresenta medidas emergenciais para situação hídrica do Agreste

Foto: Divulgação / Compesa
A pior seca dos últimos 50 anos tem castigado o Agreste de Pernambuco, região que detém o pior balanço hídrico do Brasil. Sem chover o suficiente para recuperar os seus mananciais há seis anos consecutivos, a situação de vários municípios dessa região é crítica, com a possibilidade concreta do colapso da Barragem de Jucazinho, localizada em Surubim, a partir de outubro próximo. A situação decorre da falta de chuvas e o baixo volume do manancial, o mais importante da região, que encontra-se hoje com apenas 0,36% da sua capacidade, que é de 327 milhões de metros cúbicos de água, o equivalente a 1 milhão e 177 mil metros cúbicos. 

Em entrevista coletiva realizada hoje (20), na cidade de Caruaru, o diretor Regional do Interior da Compesa, Marconi de Azevedo anunciou algumas medidas que serão adotadas pela companhia para preservar a Barragem de Jucazinho, entre elas, a retirada da cidade de Santa Cruz do Capibaribe do Sistema Jucazinho, que passará a ser atendida pela Barragem do Prata, a partir do dia 28/07.

Ainda com o objetivo de preservar a Barragem de Jucazinho e compartilhar a água ainda disponível para 11 cidades que dependem exclusivamente desse manancial, a Compesa explicou a necessidade de alterar o calendário de distribuição de Caruaru, que passará, a partir dessa data, a receber água num rodízio de 4 dias com água e 12 dias sem. Hoje, o calendário é de 4 X 8. A partir de agora, a Barragem do Prata, que está com 58,27% da sua capacidade máxima, que é de 42 milhões de metros cúbicos, compartilhará água com as cidades de Caruaru, Cachoeirinha, Ibirajuba, Altinho, Agrestina e agora, Santa Cruz do Capibaribe.

Foto: Divulgação / Compesa
Segundo o diretor, a empresa aguardou o término da quadra chuvosa no Agreste (período de chuva em uma determinada localidade), quando não há mais possibilidade de reversão do quadro de chuvas, para revelar o resultado dos estudos técnicos e climáticos realizados para a região. “Caso essas medidas não fossem adotadas, o colapso de Jucazinho seria antecipado para agosto”, afirmou Azevedo. 

Escassez de chuva 

Foto: Divulgação / Compesa
Ao fazer um balanço da pluviometria em 2016, a gerente da Unidade de Negócios da Compesa em Caruaru, Nyadja Menezes, explicou que choveu uma média de 50 mm no período de janeiro a julho deste ano. O período de chuvas no Agreste, em especial na Bacia do Capibaribe que alimenta a Barragem de Jucazinho, é de 15/03 a 15/07, que foi caracterizada pela ausência de chuvas.“Os prognósticos da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), não são nada animadores para o Agreste. A previsão é de chover apenas 50 mm por mês, de agosto a janeiro de 2017, e isso não mudará o cenário dos mananciais na região”, pontuou a gestora.

A Compesa credita a continuidade do abastecimento das cidades por meio da Barragem de Jucazinho à iniciativa de implantar um monitoramento/planejamento criterioso e cauteloso do volume de água retirado do manancial. “Sem esse acompanhamento sistemático e efetivo, não teríamos conseguido armazenar água até agosto em Jucazinho”, revelou Nyadja Menezes.

Em setembro do ano passado, três das quinze cidades que eram abastecidas por Jucazinho deixaram de receber água deste manancial: Caruaru, Bezerros e Gravatá. Assim, a Compesa conseguiu atender melhor as outras doze cidades: Casinhas, Cumaru, Frei Miguelinho, Passira, Riacho das Almas, Salgadinho, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria do Cambucá, Surubim, Toritama, Vertente do Lério e Vertentes. 

Ações realizadas 

Para garantir o abastecimento de Caruaru, com águas do Sistema Prata/Camevô, a Compesa realizou uma inversão do sistema de distribuição que antes era feita pela Estação de Tratamento de Água (ETA) do Petrópolis. Com as intervenções, a distribuição passou a ser feita também pela ETA-Salgado. Com isso, foi necessário implantar na cidade um calendário de abastecimento com rodízio de 4x8 (4 com água, 8 sem).Uma obra também foi realizada na Barragem de Jucazinho para otimizar a captação de água do manancial. Os investimentos realizados somam R$ 1 milhão.

Com as adequações, e Jucazinho chegando ao colapso em outubro, a partir de então, algumas cidades passarão a ser abastecidas por carros-pipa. Houve uma redução gradativa das vazões de captação que, em condições normais, eram de 1200 litros por segundo e, face à estiagem, atualmente é de apenas 170 litros por segundo. Outras ações no valor de R$ 110 mil serão realizadas nas Estações de Tratamento de Água de Caruaru para aumentar a performance do sistema diante das mudanças no calendário de abastecimento para a cidade de Caruaru.

Com informações da Compesa

TSE mantém limite de gastos para prefeito e vereador nestas eleições

Os valores foram fixados em janeiro deste ano com previsão de atualização para hoje (20/07), entretanto, os limites se mantêm aos divulgados anteriormente.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), manteve os limites para os cargos de prefeito e vereador nas eleições divulgados no dia 20 de janeiro. Com base na Reforma Eleitoral (Lei 13.165), o teto das despesas para cada candidato será definido nos maiores gastos declarados nas eleições de 2012. Ou seja, no primeiro turno, para o cargo de prefeito o limite será de 70% do maior gasto declarado em 2012. Em Agrestina, como o valor declarado em 2012 foi de R$149.960,00 para prefeito e R$9.059,00 para vereador, neste pleito o limite será de R$104.972,00 para o cargo do executivo e R$6.341,30 para o cargo do legislativo.

Por Adriano Monteiro

TSE disponibiliza Sistema de Prestação de Contas Eleitorais hoje (20)

A partir desta quarta-feira (20), estará disponível para download, no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE). A ferramenta deve ser utilizada por candidatos e partidos políticos para registrar a movimentação financeira da campanha e gerar a prestação de contas eleitoral. 

O SPCE é um programa desenvolvido pela Justiça Eleitoral para auxiliar candidatos e partidos políticos na elaboração da prestação de contas de campanhas eleitorais e deverá ser instalado no computador do usuário para preenchimento das informações. Os dados inseridos devem ser gravados em arquivo gerado pelo SPCE e encaminhados pelo módulo de envio, respeitando os prazos estabelecidos em lei. 

A novidade para este ano é que o sistema foi adaptado para dar cumprimento à medida de transparência incluída pela Lei nº 13.165 (Reforma Eleitoral 2015), que determina o envio à Justiça Eleitoral dos dados sobre o financiamento eleitoral a cada 72 horas, contadas a partir do recebimento da doação. A partir de 15 de agosto, na medida em que os relatórios financeiros de campanha sejam enviados, o sistema será atualizado e possibilitará a consulta pública na página do TSE. 

A cada eleição a Justiça Eleitoral aprimora o sistema para facilitar e acelerar o exame das prestações de contas de campanha. Adotado desde 2002, o Tribunal tem agregado ao sistema novos mecanismos de fiscalização de contas eleitorais, inclusive por meio da troca de informações com outros órgãos públicos como a Receita Federal, o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), do Ministério da Fazenda. 

Exame 

Após a entrega das contas, é analisada toda a documentação apresentada com base na legislação eleitoral e partidária. Os técnicos do TSE verificam, preliminarmente, se a prestação de contas está composta pelas peças exigidas pela legislação. O exame prossegue com a verificação da origem dos recursos, a conformidade das receitas e gastos, o cumprimento quanto à aplicação dos recursos do Fundo Partidário nas destinações específicas da Lei nº 9.096/95, a regularidade da escrituração contábil e a pertinência e validade dos comprovantes de receitas e gastos. 

Se identificadas inconsistências no exame da prestação de contas, os técnicos sugerem ao ministro relator das contas que seja aberto ao partido prazo para manifestação quanto às inconsistências encontradas. O tempo para resposta das diligências é de até 72 horas, no caso de prestação de contas de campanha eleitoral e, em regra, de até 20 dias para as diligências decorrentes do exame da prestação de contas anual dos partidos políticos. 

Caso a legenda não entregue a prestação de contas dentro do prazo, a Presidência do Tribunal é informada que a sigla está inadimplente quanto a essa obrigação. O partido, então, é intimado a apresentar as contas em até 72 horas. 

Após esse período, se o partido permanecer inadimplente, o presidente do Tribunal ou o juiz eleitoral deverá determinar a suspensão imediata da distribuição ou repasse de novas cotas do Fundo Partidário, nos termos da Portaria TSE nº 148/2015, sujeitando-se, ainda, o partido ao julgamento de contas não prestadas. 

Se a prestação estiver completa, a Justiça Eleitoral determinará, imediatamente, a publicação dos balanços na imprensa oficial, e, onde ela não existir, a afixação dos balanços no cartório eleitoral, para que algum outro partido ou cidadão, caso queira, possa questionar as contas ou impugná-las.

TSE